Para desfrutar plenamente do Aikido é preciso ter disciplina, atitude positiva e um comportamento adequado. Bons modos e respeito são bem-vindos em qualquer situação, sendo assim, no dojo ou durante um treino de Aikido, também há um comportamento esperado dos praticantes. Estas pequenas instruções fazem parte da tradição do Aikido e, embora pareça haver muitas delas para se recordar, com o tempo e a prática constantes elas se tornarão finalmente naturais.

  • Por favor, não se chateie se você for advertido algumas vezes. As advertências têm o objetivo de orientar e as regras são importantes para sua segurança e aprendizado.
  • É responsabilidade de cada aluno cooperar para criar uma atmosfera positiva de harmonia e respeito.
  • Respeite o instrutor. Procure seguir suas orientações da melhor forma possível. Lembre-se: ele está sempre zelando pela sua evolução e segurança.
  • É de responsabilidade moral de cada aluno nunca usar a técnica de Aikido para prejudicar outra pessoa ou como uma maneira de massagear seu ego. Aikido é uma arte marcial, uma ferramenta para desenvolver o ser humano e criar uma sociedade melhor.
  • Evite conflitos de ego ou competições no dojo. Aikido não é uma luta de rua. Você deve treinar para dominar seus próprios instintos agressivos.
  • As pessoas têm habilidades e possibilidades diferentes. Tenha consciência de suas limitações e respeite as alheias.
  • Cada indivíduo tem suas razões para praticar. Respeite a todos.
  • É de sua responsabilidade seguir as orientações do instrutor a fim de não causar nenhum ferimento a seu parceiro ou a você mesmo durante os treinamentos.
  • Evite falar e corrigir outras pessoas durante o treino. Aikido é experiência e cada um sente o movimento segundo sua própria percepção.
  • Não espere que o instrutor ou alguém dê algum tipo de sinal. Alguns minutos antes da aula começar, sente-se formalmente em seiza (de joelhos) em silêncio. Procure tirar de sua mente os problemas do dia e se preparar para o treino.
  • Se chegar atrasado, vista-se o mais rápido possível, ajoelhe-se na parte lateral do tatame, faça uma saudação respeitosa ao fundador e aguarde a permissão do instrutor para se juntar ao demais. Então, faça uma saudação respeitosa ao instrutor, diga “onegaishimasu” e entre na aula.
  • A maneira apropriada para sentar-se no tatame é em seiza. Se você tiver dores no joelho, peça licença ao instrutor para sentar-se com as pernas cruzadas. Nunca sente-se com as pernas estendidas e jamais apóie-se na parede.
  • Não deixe o tatame durante a aula sem a expressa autorização do instrutor, e também não retorne sem a mesma.
  • Quando o instrutor demonstra uma técnica, sente-se em seiza. Depois, faça uma saudação respeitosa, procure um parceiro, cumprimente-o e comece a praticar imediatamente.
  • Respeite os mais experientes. Evite discutir sobre a técnica.
  • Respeite os menos experientes. Procure não inviabilizar sua prática.
  • Se o seu parceiro não entendeu a técnica que está sendo praticada, procure orientá-lo através de sua postura e movimentação. Evite corrigi-lo verbalmente, a menos que você tenha autorização para isso.
  • Ao transitar pela área social do dojo (vestiário, recepção, sala de vídeo...) esteja sempre calçado. Nunca entre no tatame com os pés sujos.
  • Evite acidentes: não use bijuterias, jóias e relógios durante o treino.
  • No começo e no final da aula, os alunos mais graduados devem ficar ajoelhados à direita. Após a saudação final, todos devem esperar até que o instrutor deixe o tatame. Só então devem levantar-se um a um. Espere que os alunos mais graduados levantem-se antes de você.

Em caso de dúvida sobre a maneira correta de proceder, pergunte ao instrutor ou aos alunos mais experientes.